OESPORTE

O Conteúdo certo

Festival de Artes Marciais movimenta 500 alunos da rede municipal de ensino no Lagoão

Cerca de 500 alunos participaram, na noite desta quinta-feira (21/11), no Ginásio de Esportes Lagoão, do 9º Festival de Artes Marciais da rede municipal de ensino.
A atividade foi organizada pela Prefeitura de Apucarana, por meio da Autarquia de Educação, da Secretaria de Esportes e da AKA Academia, com o objetivo de mostrar aos pais das crianças um pouco daquilo que seus filhos aprendem ao longo do ano letivo.
As aulas de artes marciais fazem parte do currículo escolar das turmas do 1º ao 5º ano. “As principais habilidades que são trabalhadas nas oficinas são o autocontrole, o respeito ao próximo, a disciplina e a concentração,” explicou a superintendente administrativo e operacional da AME, Ana Paula Cunha, que representou a secretária de educação Marli Fernandes da Silva.
Demonstrações de karatê e kung fu foram feitas pelos estudantes durante o festival. “Os valores que aprendemos na infância nos acompanham por toda a vida. Por isso, é essencial que as famílias e as escolas estejam sempre dialogando e somando esforços para oferecer uma formação sólida às crianças. As apresentações que assistimos aqui foram maravilhosas. Esses meninos e meninas brilharam mais uma vez,” afirmou o prefeito Júnior da Femac.
Muitos talentos vêm sendo revelados por meio das aulas de artes marciais na rede municipal de Apucarana. Em 2019, no Campeonato Paranaense de Karatê, o aluno Gabriel dos Santos Valério, da Escola Municipal Augusto Weyand, conquistou o primeiro lugar nos métodos kata e kumite; enquanto o aluno João Pedro Lopes, da Escola Dr. Joaquim Vicente de Castro, ficou em segundo lugar no kumite e em terceiro no kata; e o aluno João Pedro Santos, também da Escola Dr. Joaquim Vicente de Castro, terminou em segundo lugar no kata e em terceiro no kumite.
Já a aluna Madelaine Gomes, da Escola Municipal José Idésio Brianezi, venceu os campeonatos regional, paranaense e brasileiro de Kung Fu Wushu em 2018.
 

Leave a Reply