OESPORTE

O Conteúdo certo

Atacante da Copa da Amizade já foi campeão e artilheiro da Copa São Paulo de Futebol Junior

No último sábado (25/01) o Internacional, de Porto Alegre, foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Junior em sua 51ª edição ao derrotar o rival Grêmio na disputa por pênaltis no Estádio do Pacaembu. Quem já sentiu a emoção e o gosto de levantar a taça de campeão da Copinha foi Waldemir Aparecido Miguel, conhecido como Mil, que reside hoje com a família em Marilândia do Sul e disputa a 20ª Copa da Amizade de Futebol Suíço, em Apucarana.
Paulista de Dois Córregos, ele defende atualmente a equipe da Pro Sports/Casa Agrícola na categoria master e lembra com saudades do título da Copa São Paulo alcançado em 1988. Ele foi campeão pelo Nacional, de São Paulo.
Além do título, Mil foi o principal destaque e artilheiro da copinha com 7 gols. Apenas o atacante Valdir Bigode, do Vasco da Gama, em 1994, repetiu o feito de Mil até os dias de hoje na Copinha: campeão, principal destaque e artilheiro.
Na final o Nacional venceu o América, de São José do Rio Preto-SP, por 3 a 0. Mil fez dois gols na decisão e foi apontado como a grande revelação da Copa São Paulo em 88.
Na primeira fase daquela Copinha, o Nacional venceu Flamengo-RJ, Indiano-SP e São Bento-SP. Depois na segunda fase empatou com o Bahia e derrotou o Novorizontino. Na semifinal a vitima foi o Matsubara, de Cambará. Empate sem gols no tempo normal e vitória nos pênaltis por 5 a 4. Na sequência na final, vitória fácil diante do América-SP.
Mil disputou a Copa SP naquele ano empestado pelo Noroeste, de Bauru, clube que era detentor do seu passe. Revelação da Copinha, o meia-atacante em seguida chegou a treinar por uma semana no Corinthians. Mas por questões financeiras a negociação não foi fechada entre Noroeste e o “Timão”. Quem acabou contratando o atleta foi o Coritiba. O time da capital paranaense fez uma troca. Mandou o experiente Lela para Bauru e trouxe Mil para Curitiba. No Coxa, Mil teve o passe preso até 1993. Ele fez parte do elenco campeão paranaense em 1989. Em 1990, pouco utilizado no Coritiba foi emprestado ao Sinop-MT. Naquele clube foi campeão mato-grossense atuando ao lado do até então jovem goleiro Rogério Ceni, que depois se transferiu para o São Paulo.
Mil ainda jogou pelas equipes do Guarani, de Arapoti, Foz do Iguaçu, Fortaleza, Ituano e encerrou a carreira na Associação Atlética Arapongas em 2002, quando o time disputava o Campeonato Paranaense da Segunda Divisão.
GLEIDSON E ROGERINHO – Mais dois jogadores que disputam a Copa da Amizade em Apucarana já foram campeões da Copa São Paulo de Futebol Junior. São eles o goleiro Gleidson e o lateral-esquerdo Rogerinho, que atuam no time da Paiva Jeans/Blindex na categoria master. A dupla ganhou o título da Copinha pelo Roma Barueri-SP em 2001.
Raul César dos Reis – Site: Oesporte
Foto: Gazeta Esportiva
 

Leave a Reply